sábado, 20 de fevereiro de 2016

OUTONO



OUTONO
Eri Paiva 
 
Não importa qual seja a estação,
Todas tem, de Deus, o Seu encanto
Já que é através d’Ele, portanto,
Que cada uma cumpre sua missão!
 
O outono é a estação da colheita,
Da maioria dos frutos maturados,
Da folharada que ao chão se deita,
Das noites frias e dias encurtados.
 
Das estações é a mais aconchegante!
De luz suave e pores-de-sol dolentes,
Sua brisa serena e super-refrescante
É um convite à paz, nela presente.
 
A nostalgia que se diz desta estação,
Antes de sê-lo é estímulo à quietude,
Ao descanso do corpo e à introspecção
Em busca de sua real magnitude.
 
Somos fruto outonal que envelhece...
Que o inverno não nos pegue de surpresa!
Seja o outono, tempo que nos enriquece...
 “Mais estação da alma do que da natureza”(1)
(1)Autoria de.Nietzsche
 
Natal/RN/Brasil – Em 27.03.2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário