sexta-feira, 27 de dezembro de 2019

FAÇA O OUTRO SORRIR



FAÇA O OUTRO SORRIR
Eri Paiva

"Ah! Como careço de um ombro amigo"
Asisim fala algum doído coração 
Arranhado, mal amado, em desabrigo,
Sucumbindo na mais triste solidão!

Abençoados sejam quem as mãos estende,
Quem oferece colo, quem sabe escutar,
Quem cala a razão e a tantos se rende
Oferecendo-lhes o ombro para chorar, 

Não importa se amigo ou um desconhecido,
Não foge ao dever de sua dor minorar,
Entrega-se ao prazer do amor repartido
E dorme feliz por ter podido ajudar!

São tantos os desafios da vida
E quantos são os que não sabem contornar! 
Qual anjo na terra de força aguerrida
Faça-se o outro sorrir em vez de chorar!

Parnamirim/Rn - Em 11. 12. 2019

SINO DE NATAL



SINO DE NATAL
Eri Paiva


Blem, blem, tocava no Natal o sino
Na capelinha do meu povoado. 
Àquele som tão bonito e respeitado
Acorriam homem, mulher e menino.

Toque vibrante ecoando à distância
Pelos campos, sítios, serras, rios,
Qual convite respondendo a ânsia,
De se receber Jesus, seu valor e brios!

Antes, qual bênção e cumplicidade,
O sino, era só encanto e sonoridade! 
Não se tem no Natal o mesmo fervor, 

A chamar, a lembrar com fidelidade
A vinda de Jesus em seu nascimento! 
Natal da minha infância, que saudade! 

Em 16 de dezembro de 2019
Dover - Hampshire/USA

segunda-feira, 16 de setembro de 2019

EM MIM ASSIM ACONTECE





EM MIM ASSIM ACONTECE
Eri Paiva

Eu reconheço a razão do meu viver
E não me anulo com falsa ilusão 
Não quero um grande amor esquecer
Porque o amor é a razão do coração!

Não vejo nisto nenhuma insensatez
Como supõe a língua que é  tirana.
O amor que é em mim nunca se desfez
Alimenta-me, sustenta-me, não engana.

Tenho por mim que quem ama só atrai
O bem que contagia e, ao outro enobrece. 
O amor não machuca, não fere, não trai, 

Renuncia, despede-se, mas não esquece!
Eu te tenho todos os dias, no meu coração, 
É assim que o amor em mim acontece!

Nízia Floresta/Rn
Praia de Cotovelo - 03. 01. 2019


domingo, 15 de setembro de 2019

TODA MANHÃ EU ABRAÇO




TODA MANHÃ EU ABRAÇO
Eri Paiva

A vida, que cada manhã me traz
E tudo que perfila ao meu redor,
Eu abraço com o coração em paz,
Em meus pensamentos e palavras,
Quer acompanhada ou mesmo só!

Toda manhã abraço e grata sou
Ao Deus em mim e em todos que Ele é
E a quem meu coração conquistou.
Abraço o que meus olhos encantam
Abraço o que me fortalece a fé!

Eu abraço o amor que trago em mim
E a ti este amor chegar eu faço.
Quando o amor é pleno e não tem fim
Deixa marcas e eternas lembranças
No doce laço de um profundo abraço!

Natal/Rn - Em 21. 06. 2019

AÍ QUE VONTADE ME DÁ




AI QUE VONTADE ME DÁ
Eri Paiva

Olho o céu... que encanto!
Ai que vontade me dá,
Passear no firmamento,
Qual ave livre no ar
E encontrar, de repente, 
A quem tanto eu quis amar!

Olho o céu... quanto brilho!
Ai que vontade me dá,
De brincar com as estrelas
Sorrir com elas, cantar,
Abraçar, agradecê-las, 
Adormecer e sonhar...

E sonhei! Estrela sou! 
Asas de Luz brilhante
Corpo frêmito, em ardor,
Fiz descer do infinito 
Em cada coração aflito 
Chuvas de Luz e de Amor!

De tanta felicidade, 
Minha vontade era ficar, 
Quando de Deus, escutei: 
Não é hora! Esta é a lei:
Estrela é para brilhar
Seja aqui ou seja lá! 

Parnamirim/RN
Em 10. 08. 19



ABRAÇO DE PAI



ABRAÇO DE PAI
(Homenagem aos pais)
Eri Paiva

Tu me tomaste em teus braços 
Logo após o meu nascer, 
Teus braços meu, segundo espaço, 
Qual berço, não quero perder!

Hoje cresci, homem virei
E quase tenho tua altura! 
Dos teus braços sei que terei 
O teu amor, tua ternura,

És o meu exemplo maior,
Meu apoio, meu suporte,
Abrindo-me o peito sem dó,
Apontando-me o norte!

Gratidão, pai e amigo 
O melhor, em mim, tu verás,
Teus ensinamentos sigo
Tranquilize-se, durma em paz!

Parnamirim/RN
Em 11. 08. 19