quarta-feira, 28 de outubro de 2015

AS CORES DA MINHA VIDA (2)



AS CORES DA MINHA VIDA (2)
Eri Paiva
 
Quando estou em viajem, me extasia
Teu domínio sobre toda a natureza!
O meu coração tu invades de alegria,
Encanta minh’alma, a tua beleza!
 
Bem longe, na madrugada do mundo,
Quando a terra era escura e nebulosa,
Salvaste-a do seu caos, o mais profundo,
Fazendo surgir a vida, bela e dadivosa,
 
Ès a substância coral que a vida traz,
És o símbolo que nos nutre de esperança,
És o verde calmo, da serenidade e paz,
És a energia que cura e a saúde alcança!
 
És o verde que sobre os prados se derrama
E de folhas, árvores e arbustos, os reveste
Que entapeta as campinas, tinge a grama,
Que sustenta vidas nas matas e florestas.
 
 Verde que te quero verde! Verde que amo! 
Aclamado és, cor universal da natureza!
Bela em seus matizes, gradações e nuances
 Não teria o mundo, sem ti, a mesma beleza!
 
Natal/RN – Em 28. 10. 2013
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário